Edifício Vila Lobos | Brasília | DF

28 de outubro de 2020

CERTIFICAÇÕES DE SUSTENTABILIDADE PARA NOVAS EDIFICAÇÕES

Os edifícios impactam direta e indiretamente o meio ambiente. Durante sua construção, ocupação, renovação, reaproveitamento e até mesmo demolição, usam energia, água e matérias-primas, geram resíduos e lançam emissões atmosféricas potencialmente prejudiciais. Essa conjuntura levou à criação de padrões, certificações e sistemas de classificação de edifícios verdes, com o objetivo de mitigar o seu impacto no ambiente natural por meio de projetos sustentáveis.
EFEITOS NA PRÁTICA
Na última década, as certificações de edifícios verdes se tornaram populares entre engenheiros, arquitetos, designers, gerentes de Facilities e ocupantes de edifícios. O impacto das eficiências operacional e ambiental e a redução de custos, ao se aplicar certificações específicas para novas construções, explicam o sucesso: custos operacionais mais baixos, principalmente aqueles relacionados à eficiência energética; melhores taxas de ocupação; taxas de aluguel mais altas, devido à abundância de luz natural e ao compromisso com a saúde dos ocupantes.
Estima-se que existam cerca de 600 certificações de produtos verdes no mundo, e os números continuam a crescer.  Como resultado, pode ser desafiador determinar quais padrões, certificações e programas de classificação são mais confiáveis e aplicáveis a um projeto específico. A seguir, uma breve descrição de certificações de sustentabilidade para novas edificações atualmente em uso no Brasil:
LEED (LEADERSHIP IN ENERGY AND ENVIRONMENTAL DESIGN) — os projetos que buscam a certificação LEED são avaliados nas seguintes categorias: processo integrado, localização e transporte, terrenos sustentáveis, eficiência hídrica, energia e atmosfera, materiais e recursos, qualidade do ambiente interno, inovação, prioridade regional. Os níveis, de acordo com a pontuação adquirida, são: Certificado, Silver, Gold e Platinum. Funciona para todos os edifícios e pode ser requisitada a qualquer momento no empreendimento.
ISO 9001:2015 — a norma ISO 9001 traz requisitos para sistemas de gerenciamento da qualidade, uma listagem com os tipos de práticas de gestão realizadas por grandes empresas. A norma ISO 9001:2015, por sua vez, é adaptável a qualquer tipo de empresa, de qualquer porte ou finalidade. Nela, são abordados aspectos como liderança, estratégia, comunicação com o cliente, satisfação de clientes, novos produtos, operação, fornecedores, controle de qualidade, melhoria de processos etc.
PROGRAMA 5S — trata-se de um programa de gestão de qualidade empresarial desenvolvido no Japão que visa aperfeiçoar aspectos como organização, limpeza e padronização. A junção no número “5” com a letra “S” vem de cinco palavras japonesas que começam com a letra S: seiri – senso de utilização; seiton – senso de organização; seiso – senso de limpeza; seiketsu – senso de padronização e shitsuke – senso de disciplina. A principal vantagem desta certificação é a facilidade com que provoca mudanças comportamentais em todos os setores das empresas.
PBQP DO HABITAT (PROGRAMA BRASILEIRO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE DO HABITAT) — instrumento do Governo Federal para cumprimento dos compromissos firmados pelo Brasil por ocasião da assinatura da Carta de Istambul (Conferência do Habitat II/1996). A meta da certificação é organizar o setor da construção civil em torno de duas questões principais: a melhoria da qualidade do habitat e a modernização produtiva.
SUSTAINABLE SITES INITIATIVE — certificação com foco na sustentabilidade, ajudando a reduzir a demanda de água, filtrar e reduzir o escoamento de águas pluviais, fornecer habitat para a vida selvagem, reduzir o consumo de energia, melhorar a qualidade do ar e a saúde humana e aumentar as oportunidades de recreação ao ar livre.
Os sistemas de classificação SITES e LEED são complementares e podem ser usados independentemente ou em conjunto. A certificação LEED se aplica ao edifício e ao local onde está localizado, enquanto o sistema de classificação SITES se aplica a tudo em seu local, exceto seu edifício.
Medidas sustentáveis importam para investidores, clientes e ocupantes, e o processo de certificação pode ser uma forma de educar e estimular as pessoas a um modo de vida mais sustentável. O edifício deve ser visto como um local de aprendizagem para que o ser humano seja o principal ator de uma nova forma de pensar e utilizar os espaços que ocupa.
Em continuação ao volume sobre sustentabilidade, na próxima semana abordaremos o tema “Certificações de sustentabilidade para edifícios existentes”. Fique atento para não perder as atualizações!


Relacionados

27 jan 2021

SOLUÇÕES 360°: O QUE SÃO E ONDE VALE A PENA INVESTIR

Quem não gostaria de ser bem sucedido no comando de uma empresa? Em um cenário cada vez mais competitivo e desafiador, é fundamental controlar cada processo. Entre tantos modelos de gestão, destacam-se as soluções 360°, que proporcionam uma visão panorâmica e profunda de toda a empresa. Em toda empresa há uma divisão administrativa natural entre […]

Veja mais

02 jul 2021

Teste Post

LOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsvvvvLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsvLOREM imsLOREM imsvvvvvvLOREM imsLOREM imsvvLOREM imsLOREM imsvvvvvLOREM imsLOREM imsLOREM imsLOREM imsv

Veja mais

03 fev 2021

MAIS DO QUE PRODUTOS E SERVIÇOS: OS CLIENTES DE HOJE BUSCAM EXPERIÊNCIAS

Até pouco tempo, os clientes costumavam fundamentar sua lealdade no preço ou no produto, mas as coisas têm mudado. Os clientes de hoje permanecem leais às empresas devido à experiência que recebem. Isto rapidamente se tornou uma prioridade para as empresas e em 2021 não será diferente. A experiência do cliente (customer experience – CX, […]

Veja mais