Edifício Vila Lobos | Brasília | DF

22 de maio de 2019

CHIEF WORKPLACE OFFICER (CWO)

Em dezembro de 2016 foi publicado um relatório, intitulado The Stoddart Review: The Workplace Advantage Report, iniciativa de uma organização sem fins lucrativos. O relatório se concentrou em como o local de trabalho poderia ser usado para gerar receita, em vez de ser considerado simplesmente como um custo que precisa ser gerenciado.

O relatório conclui que, ao utilizar o local de trabalho em seu benefício, as empresas poderiam aumentar sua produtividade em mais de 3%, o que significaria um grande impulso para o sucesso individual da empresa. E o relatório pergunta: com um desafio dessa magnitude e o possível benefício para a organização, quem seria o responsável pelo local de trabalho? Assim, surgiu a recomendação da criação de um novo cargo com esta tarefa: o Chief Workplace Officer (CWO), cuja missão seria estabelecer a interface entre pessoas, lugar e processo, com níveis apropriados de acesso e influência.

A transformação do local de trabalho é um processo que afeta todas as partes de uma empresa. Temos acompanhado, ao longo dos anos, o surgimento de tendências que aprimoram o equilíbrio entre vida pessoal e profissional, relacionadas à Experiência do Funcionário, aumento de produtividade e avanços tecnológicos, e o Chief Workplace Officer (CWO) tem o potencial de impactar positivamente a maneira como vemos nosso local de trabalho.

DIVERSAS HABILIDADES REUNIDAS

Reunindo habilidades de RH, TI e FM, ou seja, um leque de habilidades tão diversas como negócios, tecnologia, engajamento, conteúdo e estratégia, o que demonstra não ser uma tarefa fácil, o CWO deve eliminar obstáculos, promover a colaboração e supervisionar um ambiente no qual devam ocorrer o compartilhamento, a colaboração e a produção de informações.

O CWO deve atuar como um “superconector” que conhece as pessoas certas a quem recorrer e que seja capaz de relacionar as pessoas certas com as oportunidades certas. Designar um CWO permitirá que a empresa dimensione suas atividades de engajamento a longo prazo. Ele pode ser o principal ponto de contato para qualquer assunto relacionado ao local de trabalho: indicadores-chave de desempenho, grandes eventos ao vivo, treinamento etc.

COMEÇO DE UMA CONVERSA

Voltando ao início: quanto um ganho de 3% na produtividade de uma empresa adicionaria a esse negócio? O princípio de encarar o local de trabalho como um fator importante no desempenho da empresa é extremamente atual, mas a quem delegar a tarefa de coordenar tudo isso? Não estaria na hora de começar a pensar em um CWO?


Relacionados

03 fev 2021

MAIS DO QUE PRODUTOS E SERVIÇOS: OS CLIENTES DE HOJE BUSCAM EXPERIÊNCIAS

Até pouco tempo, os clientes costumavam fundamentar sua lealdade no preço ou no produto, mas as coisas têm mudado. Os clientes de hoje permanecem leais às empresas devido à experiência que recebem. Isto rapidamente se tornou uma prioridade para as empresas e em 2021 não será diferente. A experiência do cliente (customer experience – CX, […]

Veja mais

13 jan 2021

SUSTENTABILIDADE COLETIVA

Todos os desafios urgentes da sustentabilidade, seja a gestão de recursos hídricos escassos, a adaptação às mudanças climáticas ou a criação de cadeias de valor responsáveis, exigem novas formas de criatividade colaborativa e pessoas dispostas a implementar mudanças coletivamente em todos os níveis e em todas as áreas de nossa sociedade global. Vivemos em um […]

Veja mais

27 jan 2021

SOLUÇÕES 360°: O QUE SÃO E ONDE VALE A PENA INVESTIR

Quem não gostaria de ser bem sucedido no comando de uma empresa? Em um cenário cada vez mais competitivo e desafiador, é fundamental controlar cada processo. Entre tantos modelos de gestão, destacam-se as soluções 360°, que proporcionam uma visão panorâmica e profunda de toda a empresa. Em toda empresa há uma divisão administrativa natural entre […]

Veja mais