Edifício Vila Lobos | Brasília | DF

27 de novembro de 2019

PRÉDIOS INTELIGENTES X PRÉDIOS AUTOMATIZADOS

Hoje em dia, quase tudo é inteligente: da TV ao celular, passando por eletrodomésticos, veículos sem motorista e edifícios, muitos estampam a alcunha de “smart”. O que vem a ser, entretanto, um edifício inteligente? O termo é sinônimo de um prédio automatizado?

ALGUNS CONCEITOS

A automação predial tem por objetivo proporcionar conforto às pessoas, usando redes de computadores que monitoram e controlam sistemas de energia como iluminação, ar condicionado e aquecimento, tornando-os mais eficientes, reduzindo o consumo e os custos operacionais.

Os edifícios inteligentes, por sua vez, podem ser considerados um passo além da automação.  Eles têm a capacidade de analisar dados de várias fontes, por meio da tecnologia e de processos, criando um prédio sustentável, mais seguro e produtivo para seus ocupantes e mais eficiente operacionalmente para seus proprietários. Controle de iluminação através de programação, com base na ocupação ou na quantidade de luz solar, manutenções preventivas otimizadas baseadas em diagnósticos de desempenho – são inúmeros os exemplos das otimizações que um edifício inteligente pode realizar.

PRÉDIOS ANTIGOS PODEM SER INTELIGENTES?

Geralmente, nos edifícios inteligentes o controle se inicia nos sistemas de construção, projetados para otimizar a eficiência e fornecer os dados necessários para as diversas operações. Isso não significa, porém, que edifícios antigos não possam também ser “inteligentes”. Evidentemente, as novas construções podem se beneficiar mais, mas o principal componente dos prédios inteligentes são os sensores e dispositivos de IoT, que podem ser facilmente adicionados a qualquer edificação.

BENEFÍCIOS PARA O MEIO AMBIENTE

Os benefícios de incorporar um sistema de automação predial são inúmeros, sendo um dos principais a maior eficiência em termos energéticos. Porém, embora importante, a automação por si só não é suficiente para obter o desempenho ideal da construção. Sozinha, não é inteligência, mas uma simples ferramenta. Um edifício inteligente oferecerá mais do que eficiência energética. Entre outros benefícios, edifícios inteligentes são a melhor solução para questões ambientais, como mudanças climáticas, crises energéticas e esgotamento de recursos não renováveis. O mundo em que vivemos é dinâmico, portanto, os espaços em que vivemos e trabalhamos precisam refletir isso, sendo dinâmicos também.


Relacionados

03 fev 2021

MAIS DO QUE PRODUTOS E SERVIÇOS: OS CLIENTES DE HOJE BUSCAM EXPERIÊNCIAS

Até pouco tempo, os clientes costumavam fundamentar sua lealdade no preço ou no produto, mas as coisas têm mudado. Os clientes de hoje permanecem leais às empresas devido à experiência que recebem. Isto rapidamente se tornou uma prioridade para as empresas e em 2021 não será diferente. A experiência do cliente (customer experience – CX, […]

Veja mais

13 jan 2021

SUSTENTABILIDADE COLETIVA

Todos os desafios urgentes da sustentabilidade, seja a gestão de recursos hídricos escassos, a adaptação às mudanças climáticas ou a criação de cadeias de valor responsáveis, exigem novas formas de criatividade colaborativa e pessoas dispostas a implementar mudanças coletivamente em todos os níveis e em todas as áreas de nossa sociedade global. Vivemos em um […]

Veja mais

27 jan 2021

SOLUÇÕES 360°: O QUE SÃO E ONDE VALE A PENA INVESTIR

Quem não gostaria de ser bem sucedido no comando de uma empresa? Em um cenário cada vez mais competitivo e desafiador, é fundamental controlar cada processo. Entre tantos modelos de gestão, destacam-se as soluções 360°, que proporcionam uma visão panorâmica e profunda de toda a empresa. Em toda empresa há uma divisão administrativa natural entre […]

Veja mais